Social Icons

Diário de Leitura - A queda (parte II)


    

 A vida é circular. 
É construída a partir das relações 
de causa e consequência
 formadas ao longo do tempo.
 Portanto, nada é por acaso.




Um pai buscando explicações para a paralisia cerebral do filho, ocorrida por um erro médico, "tece uma teia que enreda sua história familiar e a da literatura, da arte e das ideias. [...] É uma narrativa circular que vai conectando o destino de Tito à trajetória do mundo ocidental".

76

A história de Tito é assim: circular.


A descrição do momento do nascimento do filho no hospital é uma parte tocante. É como se participássemos. Ele divide um momento difícil com seu leitor e, a partir daí, fazemos parte dele também. Emoção. Sentimento de revolta. Amor. Condescendência mútua.

Avanço na leitura, pois é realmente envolvente. Diogo Mainardi passa a falar sobre as experiências que ele e a esposa tiveram a partir do momento que souberam do diagnóstico do filho (frase que inicia o livro).

163

Assim como os pais de Christy Brown, Anna e eu aprendemos a ignorar todos os prognósticos abestalhados dos médicos, para o bem ou para o mal. [...] Anna e eu aprendemos a comemorar cada passo adiante de Tito, por mais cambaleante que fosse.

[...]

Saber cair tem muito mais valor do que saber caminhar.

Pego-me lendo devagar. É porque estou "degustando" a leitura...

...

...Encontro tempo: vou até o fim!... Quanto aprendizado! Que lição de vida: o amor é o caminho! E que caminho! A caminhada de Tito começa agora! Parabéns, Tito, pelos seus primeiros 424 passos de uma linda jornada!