Social Icons

Leitura por prazer


A leitura do texto literário está se perdendo... Precisamos fazer algo!

A Literatura leva você a "refletir sobre sua própria existência, chegando a uma compreensão mais profunda de si mesmo e do homem" (Alice Vieira)


Ler por prazer e não só por informação ou conhecimento: uma ação cada vez mais rara. A verdade é que quando lemos um livro que gostamos, que escolhemos, a leitura flui. Não há tempo passando fora da leitura. Há a vontade de ler e de continuar lendo até chegar o final!

Ao longo do tempo, a leitura de livros e textos literários foi perdendo espaço, gradualmente, para a televisão, a internet e as redes sociais. Hoje, é comum as pessoas dedicarem grande parte de seu tempo livre a esses meios de comunicação e entretenimento. O que falar então dos tablets e celulares? 

Está muito difícil estimular a leitura por prazer. Digo isso, pois como tudo está muito dinâmico na sociedade, sinto que meus alunos têm a sensação de que estão perdendo tempo com uma leitura mais longa. Fora os horários e compromissos cada vez mais preenchendo todo o nosso dia. Viver se faz urgente.

"Vai viajar e descansar?". Ótima oportunidade para uma boa leitura. Avise os amigos que não estará nas redes sociais. Estará descansando e lendo um livro que queria ler há algum tempo. Tenho certeza de que vão te apoiar e querer fazer igual. A necessidade de estarmos conectados a tudo e a todos em todos os momentos nos tirou o foco e a paz interior, necessários para uma boa leitura. Desligue-se do mundo. Conecte-se na leitura e no momento que está vivendo!

Para saber um pouco mais sobre Literatura e leitura...

O que é Literatura e qual sua função?

Sabemos que Literatura é arte com as palavras e assim como outras formas de manifestação artística, preenche a necessidade de ficção do homem, possibilitando-lhe, por meio da palavra, a recriação e reinvenção do universo. Observando e analisando a condição humana através dos sentimentos e conflitos existenciais das personagens de ficção, uma pessoa é levada a refletir sobre a sua própria existência, chegando a uma compreensão mais profunda de si mesmo e do homem. (VIEIRA, 1989). 

Na leitura e na escritura do texto literário, encontramos o senso de nós mesmos e da comunidade a que pertencemos. A literatura nos diz o que somos e nos incentiva a desejar e a expressar o mundo por nós mesmos. E isso se dá porque a Literatura é uma experiência a ser realizada. É mais que um conhecimento a ser reelaborado, ela é a incorporação do outro em mim sem renúncia de minha própria identidade. (COSSON, 2007).

Como estamos vivendo uma fase muito dinâmica em relação ao conhecimento, é comum as pessoas buscarem leituras por necessidades profissionais, pessoais ou de atualização do conhecimento. Vamos saber um pouco mais sobre os tipos e objetivos de leitura, apresentados no livro de Ezequiel Theodoro da Silva*.

Leitura informacional

Ela o mantém atualizado acerca dos acontecimentos que ocorrem ao seu redor. Com o objetivo de acompanhar os fatos do contexto dele e de outros contextos, dirige-se aos veículos escritos, como jornais e revistas, que funcionam como difusores rápidos de informações.

Leitura de conhecimento

Está diretamente relacionada aos processos de pesquisa e estudo. Enquanto uma pessoa que optou por uma profissão e que, por isso mesmo, tem determinadas responsabilidades sociais a cumprir, o estudo permanente dos conteúdos circunscritos à área de atuação na sociedade coloca-se como fundamental.

Leitura por prazer estético

Conduz à poesia e a outros gêneros literários. Os horizontes propostos pela literatura são ilimitados e as suas interpretações, dada a polissemia da palavra literária, infinitas. A convivência com textos literários,  a motivação da busca de bons autores, em muito alimentam a consciência e permitem chegar a conhecimentos diversos.

Vamos ler um livro?

É pensando em tudo isso que convido você a escolher uma boa obra literária e ler! 

Volte ao item Categorias e veja algumas indicações de leitura no tema Diário de leituras.


Marilisa Cardoso

Obras citadas:
COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2007. p.17.
* SILVA, Ezequiel Theodoro da. Leitura na escola e biblioteca. Campinas: Papirus, 1986.
VIEIRA, Alice. O prazer do texto: perspectivas para o ensino de literatura. São Paulo: Ouro sobre azul. 2006.

Texto reformulado em 08/09/2014